terça-feira, 24 de abril de 2018

Da glória ao fracasso

Sonhar com uma vida melhor, cursar faculdade, comprar roupas de marca, escolher uma profissão de respeito, viajar, conhecer lugares distantes era seu sonho de consumo.  Mas,  não havia muito a fazer. Apenas sonhar, pois seus pais eram paupérrimos e mal tinham o que comer. Dezessete anos  incompletos, morena, 55 quilos bem distribuídos no corpo de pouco mais de um metro e sessenta,  cabelos negros e olhos
esverdeados, chamavam a atenção da rapaziada do bairro pobre onde morava. No seu diário dizia que queria ser médica veterinária, atriz de teatro,  ou bailarina. Um dia ela leu num classificado de jornal que um circo se instalaria na cidade e que estaria recrutando jovenzinhas como ela para um teste de atriz. Fez o teste e classificou-se para a eliminatória que seria realizada numa grande cidade. Contra a vontade dos pais viajou, foi aprovada no teste e começou a trabalhar em uma casa noturna cujo salário dava apenas para pagar o quarto onde dormia e a alimentação diária. O patrão dizia que com sua beleza, talento e simpatia, certamente seria uma estrela, teria um futuro brilhante. Cantou, dançou, representou, fez muito sucesso até fora de seu País. Ganhou muito dinheiro mas, a solidão trouxe-lhe uma terrível depressão e ela não encontrou outro caminho senão o das drogas.  A maconha e os barbitúricos oferecidos todas as noites pelo seu chefe já não davam conta do tédio que carregava no peito, e da tristeza incrustada  na alma.  Partiu então para drogas mais pesadas, injetáveis e a saúde a cada dia ficava mais debilitada. Já não subia nos palcos com tanta frequência e o dinheiro para sua subsistência, cada vez foi ficando mais escasso. A fama, o sucesso  e a independência financeira foram  desaparecendo e ela foi obrigada a se internar em uma clinica para dependentes químicos. Aquela que outrora recebia, como parte de seu show,  os mais nobres cavalheiros  em seu quarto, via agora em sua nova alcova, apenas alguns cartazes colados na parede, lembranças dos dias de glorias. Era o fim da jornada da menina viçosa que veio de pacata cidadezinha do interior, aventurar-se na grande cidade. Aos 54 anos de idade partiu para outra dimensão.  Numa sepultura simples e abandonada de uma necrópole  da periferia, jaz o corpo daquela que foi, sem sombra de dúvidas, uma das mais belas garotas de seu tempo.

Pensamento

"Se te oferecerem uma 'pedra', faça dela um degrau para o teu sucesso."  BB

Nenhum comentário:

Postar um comentário